Página 24 de 25

Re: Solos e substratos, adubos e fertilizantes.

MensagemEnviado: 02 Set 2014, 19:58
por Max o Obelix
Adolfo Garcia escreveu:Acho a ideia da apostila mto necessária..se pudesse ser reunido todos os assuntos vinculados nesse fórum..suas dicas..diretrizes..técnicas..conselhos..

Conforme já prometido, estou compilando tudo numa espécie de apostila digital. Mas é muito material, realmente. Só posso fazer em horas vagas (?) e portanto não é um projeto de curto prazo.

Re: Solos e substratos, adubos e fertilizantes.

MensagemEnviado: 15 Set 2014, 17:13
por Leandro Ferraz
Quero plantar 100 pés de pimenta no meu quintal, na verdade já tenho quase isso só que agora quero plantar mais organizada em linha e adubar via gotejamento...
meu problema aqui é adubos quase não encontro aqui na cidade, mas tenho ureia, super simples e cloreto de potássio, ou o 20-5-20 e 4-30-10...
minha ideia é tentar diluir em agua coar e colocar no tambor com 100lts de agua e deixar gotejando.

minha duvida...
vou plantar no chão, usando a ureia, super simples e o cloreto. posso usar em media 20gramas de cada por planta ???
no caso 2kg de cada em 100lt de agua molhando 1lt em cada planta...
estou achando muito...

se alguém puder me ajudar agradeceria .

Re: Solos e substratos, adubos e fertilizantes.

MensagemEnviado: 22 Set 2014, 08:38
por Leandro Ferraz
quando terminar de montar meu sistema de gotejamento vou fazer um teste e começar com 5 gramas e ir aumentando ate chegar num valor bom...

Re: Solos e substratos, adubos e fertilizantes.

MensagemEnviado: 03 Nov 2014, 15:56
por andrebremer
amigos,
Estou com uma dúvida aparentemente simples mas quero ter certeza pra não colocar minhas plantas em risco!!
Preciso misturar pó de fibra de coco, de casca de pinus ou serragem no preparo para os vasos.
O pó de fibra de coco custa R$6,8 meio quilo aqui no rio, achei o preço meio abusivo a vou usar serragem mesmo que custa nada, rs!
Mas se eu for na marcenaria e pegar o pó lá, com certeza vai ter quimicos misturado, tipo verniz, etc. fora "colas" usadas nos aglomerados!!
Minha duvida é o que preciso fazer pra usar esse pó, posso curtir ele puro ou precisa misturar com MO e fazer a compostagem ?
Quanto tempo pra ele ficar utilizável ??
----
Outra saída é produzir, já consegui extrair as fibras secando no sol, posso colocar no liquidificadir pra virar pó ??

Re: Solos e substratos, adubos e fertilizantes.

MensagemEnviado: 03 Nov 2014, 16:22
por Max o Obelix
andrebremer escreveu:amigos,
Estou com uma dúvida aparentemente simples mas quero ter certeza pra não colocar minhas plantas em risco!!
Preciso misturar pó de fibra de coco, de casca de pinus ou serragem no preparo para os vasos.
O pó de fibra de coco custa R$6,8 meio quilo aqui no rio, achei o preço meio abusivo a vou usar serragem mesmo que custa nada, rs!
Mas se eu for na marcenaria e pegar o pó lá, com certeza vai ter quimicos misturado, tipo verniz, etc. fora "colas" usadas nos aglomerados!!
Minha duvida é o que preciso fazer pra usar esse pó, posso curtir ele puro ou precisa misturar com MO e fazer a compostagem ?
Quanto tempo pra ele ficar utilizável ??

A serragem precisa ser pura, serragem primária da madeira in natura, nada de serragem de aglomerado, condensado ou similar.
A serragem precisa ser curtida, veja em viewtopic.php?f=1&t=2955&start=100#p93881 e em viewtopic.php?f=1&t=2955&start=100#p93903
----
andrebremer escreveu:Outra saída é produzir, já consegui extrair as fibras secando no sol, posso colocar no liquidificadir pra virar pó ??

Fibras de que?
Se for de cascas secas de madeira ou fibras secas de coco, melhor pilar. Não precisa ser um pó fino assim.
Se estiver se referindo à serragem, ela já estando curtida não precisa transformar em pó, ela já será um composto orgânico pronto para usar no seu substrato.

Max .'. o Obelix

Re: Solos e substratos, adubos e fertilizantes.

MensagemEnviado: 03 Nov 2014, 16:43
por Max o Obelix
Complementando, André.
Se você não conseguir nenhum desses componentes: pó de casca de coco; pó de xaxim; pó de casca de pinho ou de outra madeira, ou serragem CURTIDA (qualquer um desses componentes pode ser usado também em granulação maior do que pó, desde que não exagerado), para efeito de ajudar nos nutrientes, aeração e drenagem do seu substrato, compense isso, por exemplo, com mais húmus de minhoca e areia fina. Vai depender muito do materiais que você realmente vai conseguir para compor. Diga o que você realmente dispõe que tentaremos compor as proporções aqui para você.
Max .'. o Obelix

Re: Solos e substratos, adubos e fertilizantes.

MensagemEnviado: 05 Nov 2014, 10:23
por andrebremer
Grande Max,
Achei um saco de 2kg de casca de pinus em decomposição perdido aqui em casa, custou 8 reais, é caro mas viável.
Comprando mais 2 kg posso usar um pouco mais areia ou não é necessário ?
Minha mistura está assim de acordo com sua sugestão:

50kg Terra Vegetal ("com adubo")
10kg Húmus de minhoca
20kg Esterco de porquinho da índia (ainda vou pegar)
10kg Areia fina seca
4kg Casca de pinus em decomposição (vou comprar mais 2kg)
5kg Casca de pinus em pedaços de 0,5 a 1cm

abs

Re: Solos e substratos, adubos e fertilizantes.

MensagemEnviado: 05 Nov 2014, 10:34
por Max o Obelix
andrebremer escreveu:Grande Max,
Achei um saco de 2kg de casca de pinus em decomposição perdido aqui em casa, custou 8 reais, é caro mas viável.
Comprando mais 2 kg posso usar um pouco mais areia ou não é necessário ?
Minha mistura está assim de acordo com sua sugestão:
50kg Terra Vegetal ("com adubo")
10kg Húmus de minhoca
20kg Esterco de porquinho da índia (ainda vou pegar)
10kg Areia fina seca
4kg Casca de pinus em decomposição (vou comprar mais 2kg)
5kg Casca de pinus em pedaços de 0,5 a 1cm
abs

Considerando que você informou que essa tal de "terra vegetal" contém adubo orgânico curtido e que você está usando também os 20 Kg de esterco do porquinho da índia, eu acho que está bom.
Então, está ficando assim, aproximadamente:
50kg 50% Terra Vegetal ("com adubo")
10kg 10% Húmus de minhoca
20kg 20% Esterco de porquinho da índia (ainda vou pegar)
10kg 10% Areia fina seca
4kg 5% Casca de pinus em decomposição (vou comprar mais 2kg)
5kg 5% Casca de pinus em pedaços de 0,5 a 1cm
99 kg 100%

Max .'. o Obelix

Re: Solos e substratos, adubos e fertilizantes.

MensagemEnviado: 27 Nov 2014, 16:41
por viper
Olá pessoal, tenho uma dúvida: gostaria de saber se alguem ja utilizou fertilizante chinês e se é bom, pois o preço é bom, será que vale experimentar?

Re: Solos e substratos, adubos e fertilizantes.

MensagemEnviado: 07 Dez 2014, 22:10
por roque
Que tipo de fertilizante? NPK?
Existem muitos tipos de fertilizantes, vc tem de dar mais informações sobre o produto, sempre tem alguma fórmula do que compõe o fertilizante, se for NPK, algo como 10-10-10, por exemplo.

Re: Solos e substratos, adubos e fertilizantes.

MensagemEnviado: 07 Dez 2014, 22:22
por roque
andrebremer, eu não usaria a Casca de pinus em pedaços de 0,5 a 1cm, porque não é um material bioestabilizado, compromete a disponibilidade de nitrogênio para as plantas. O ideal é usar apenas matéria orgânica bioestabilizada. Outra coisa, a Terra Vegetal ("com adubo"), deve ser uma mistura de terra ( argila + areia ) com algum tipo de composto orgânico, e o adubo, deve ser NPK, então se vai usar 50% dessa terra, não é necessário usar areia. O Esterco de porquinho da índia tem de ser curtido também, é semalhante ao esterco de coelho. Uma coisa é que vc pode diminuir esse ingrediente para 10% da mistura, porque a terra vegetal já está com adubo e vc já tem 10% de humus de minhocas. Provavelomente vc já preparou a mistura e deve até já ter usado, mas pode usar essas informações para a próxima mistura.

Re: Solos e substratos, adubos e fertilizantes.

MensagemEnviado: 23 Dez 2014, 09:20
por kalunga
Eu li todo o tópico, mas não me lembro de ver este tipo de pergunta... Como é uma dúvida bem básica, talvez ninguém teve esta dúvida antes...

Estou com dúvida sobre o método de adubação. Supondo que eu vá fazer uma adubação, por exemplo, de NPK 10-10-10, e que eu tenha calculado que eu precise usar 10g em uma certa área X. Como eu aplicaria estas 10g? Misturo com algum substrato e tento espalhar por toda a área, faço covas com espaçamento pré-definido e tento dividir a quantidade pelo número de covas, diluo em água e tento regar toda a área... ?
Estava com esta dúvida por que eu, como moro em apartamento, tenho minhas mudas em vasos... E me ocorreu que eu não tinha nem ideia de como fazer uma adubação assim quando a área de terra é pequena...

Sinto muito se o assunto já foi abordado em outro lugar. Às vezes a gente digita uma palavra na busca e sai muitos tópicos como resultado, hehe... :)

Re: Solos e substratos, adubos e fertilizantes.

MensagemEnviado: 12 Mar 2015, 07:47
por roque
NPK tem várias maneiras de fazer a adubação, alguns exemplos:
1 - Em área aberta, tipo preparar o solo para um canteiro, vamos dizer 100g/m² - vc faz a lanço na área desejada e depois incopora com um ferramenta, geralmente enxada ou enxadão;
2 - vai preparar uma terra para encher vasos, floreiras, canteiros, etc, tipo 1Kg/m³ - amontoa a terra, faz uma superfície plana, o maior possivel, distribui o NPK pela superfície e revolve com uma pá ou enxada, até que fique bem misturado, uma boa técnica é juntar um monte, depois desfazer e refazer, até estar bem revolvido, uma coisa semelahnte aos pedreiro misturando uma argamassa, mas sem a água. Geralmente se mistura em terra, além do NPK outros ingredientes, um pouco de areia, se for solo argiloso, matéria orgânica, calcário, cinzas, etc, qdo se tem componentes de cor ou textura diferentes a mistura tem de ficar homogênea, uma mistura que não permita ver os componentes originais em mesclas, nesse ponto o NPK deve estar uniformemente misturado na terra;
3 - No preparo de covas, aqui um ponto interessante, numa cova, o NPK tem de ser misturado uniformemente no material de enchimento da cova, geralmente o próprio solo removido para abertura da cova. Uma boa técnica para covas é abrir o buraco com a largura desejada, remover a camada superior, geralmente os 15 a 20 cm inciais, de coloração mais escura e colocar de um lado, que vamos denomiar de "A". Depois aprofundar a cova, removendo os 20 a 30cm seguinte, coma terra menos escura, e colocar de outro lado, que vamos denomiar de "B". Repartir o NPK em dois lotes, mais ou menos 1/3 vc mistura em "B" e os outros 2/3 vc mistura em "A". Depois vc coloca o monte "A" dentro da cova, e em seguida completa a cova com "B", assim se inverte as posições originas do solo, ou seja, a porção superior vai para o fundo da cova, com mais adubo, e a porção inferior vem para superfície, com menos adubo, assim se faz um aprofundamento do solo fertil, que é a porção superior do solo e se coloca mais fertilizante numa posição mais profunda, para ficar disponivel para as raízes da muda.
4 - Vasos - Para encher vasos, no momento de misturar o substrato, proceder como explicado acima, em (2). Se for pós plantio, geralmente depois de 40 a 60 dias, como cobertura, colocar em sulco de 2cm de profundidade, formando um circulo cujo raio deve ter o mínimo de 7 a 10cm do tronco da planta, distribuir o NPK nesse sulco e cobrir com substrato, de preferência orgânico. Em vasos tem de se ter muito cuidado com NPK granulado, vasos pequenos demais, com menos de 2 litros eu não recomendo, na verdade esse tipo de fertilizante eu só uso para cobertura em vasos grandes de 10 litros para cima, abaixo disso, prefiro só adubação orgânica ou uso fertilizantes diluídos, tipo aquelas soluções prontas como Ouro Verde ou outras marcas. Eu uso uréia e outros sais, como cloreto ou sulfato de amônio, cloreto de potásssio, etc, mas eu tenho uma razoável noção de química e sei dosar e preparar as soluções, não recomendo isso a usuários menos experientes, por isso prefira usar soluções prontas e faça as diluições recomendadas no rótulo, eu tenho uma dica valiosa para mudas, se a planta for uma muda jovem use 1/3 do indicado no rotulo, que geralmente é a indicaçãoo para plantas adultas, depois de algum tempo, passe para 1/2 e qdo a planta estiver no tamanho normal use a diluição e que recomendada no rótulo da solução fertilizante, é simples, se o rotulo diz para diluir 50 ml po litro, faça a diluição de 10 a 20 ml por litro para mudas pequenas, para isso muse uma seringa descartável de 3, 10 ou 20 ml, e vá aumentando esse volume de solução fertilizante por litro a medida que a planta cresce, assim vc não corre risco de queimar suas plantas e elas irão crescer vigorosas, é assim que se faz em viveiros de plantas ;) . Faço a diluição adequada e distribuo via irrigação pela superfície do vaso. NPK em qtde elevada ou muito ppróximo da raiz pode "queimar" o sistema radicular, prejudicar ou até mesmo matar a planta. Em vasos grandes se usa de 10 a 20g de NPK, geralmente 4-14-8, por vaso, de 40 a 60 dias, dependendo do tamanho do vaso e da planta, uma boa regra seria tipo 1g de NPK para cada volume de 1 a 2 litros de substrato do vaso, assim um vaso de 10 litros, 5 a 10g, 20 litros, 10 a 20g, etc.... na dúvida use menos do que mais, e com o tempo e experiência vá acertando a sua dose de NPK ideal para cada tipo de planta e cada vaso.
5 - Plantas já fixadas no solo, geralmente com mais de 60 dias após o replantio da muda, cobertura pode ser a lanço, num circulo ao redor da planta, se for grande esse cículo deve ser limitado a projeção de sua copa, que é onde, na grande maioria das espécies se estende o grosso do sitema radicular, nunca coloque NPK junto ao tronco, em nenhuma hipótese, sempre a 20cm, mínimo, do tronco, qto maior a planta, maior deve ser esse raio, até uns 40cm de distância. Se forem plantas em fileira, lançar o NPK ao longo da fileira, a distância de 10 a 20cm do tronco da planta, dependendo do tamanho da planta e distância das fileiras, se forem fileiras muito próximas, colocar no centro do espaço entre as fileiras, assim o NPK irá se dispersar e adubar as plantas de ambos os lados. O NPK pode ser colocado em sulcos, como explicado acima, em (4), tanto em círculo ao redor da muda ou planta, como em linhas retas paralelas as fileiras de plantas.

Nunca use excesso de NPK, é fertilizante concentrado, pode prejudicar a planta, não faça adubação com substrato ou solo seco, faça uma irrigação antes, não adube em dias chuvosos, se cair uma chuva forte pós adubação, o NPK será levado pelo excesso de água ou pela enxurrada e o fertilizante será perdido.

diminuir a compactação do solo

MensagemEnviado: 20 Abr 2015, 20:44
por Denise M
Boa noite!
Fiz uma mistura de substrato que achei bem legal, mas quero deixá-la mais leve, que a água se disperse melhor, o que posso usar? Pó de coco? Por ser muito poroso não causa encharcamento?
Areia? Ela nao acaba se compactando com as regas?

Obrigada!

Re: Solos e substratos, adubos e fertilizantes.

MensagemEnviado: 20 Jan 2016, 11:15
por Max o Obelix
Murilão escreveu:Olá Max, tudo certo?
Estou com uma dúvida talvez vc pode me ajudar.
Realizei a poda em uma Carolina q está com flores, queria saber se posso colocar npk 15-15-15 nela ou um fertilizante foliar.

O NPK ideal seria 10-10-10 mas você pode aplicar o 15-15-15.
Mas ao aplicar seja cuidadoso e parcimonioso. Pequena quantidade. Faça um pequeno sulco circular em volta da planta, afastado pelo menos 10 cm do caule da planta, deposite o NPK distribuído dentro desse sulco e regue.

Sobre o adubo foliar prefiro que Roque - o autor deste tópico -, se pronuncie, como certamente ele o fará.
Quero saber também se posso realizar esse mesmo procedimento (poda, colocar npk ou fertilizante) em plantas que estão dando frutos.
To com medo de estragar minas plantas kkkkk.

Com os cuidados acima sugeridos você poderá aplicar o NPK nas plantas em frutificação.
Poda, não.

Abraços,
Max .'. o Obelix

Re: Solos e substratos, adubos e fertilizantes.

MensagemEnviado: 20 Jan 2016, 12:41
por Murilão
Fico mto grato meu amigo Max. Me ajudou mto!

Vou esperar a resposta do roque tbm.

Grande abraço!

Re: Solos e substratos, adubos e fertilizantes.

MensagemEnviado: 20 Jan 2016, 13:50
por Murilão
Max, como vc falou, o ideal seria o 10-10-10, mas eu tenho o npk 8-8-9 com micro nutrientes.

Seria melhor usar este então?
IMG_20160120_144643.jpg

IMG_20160120_144652.jpg

Re: Solos e substratos, adubos e fertilizantes.

MensagemEnviado: 20 Jan 2016, 14:11
por schwed
Opa.. este é ideal para pimenteiras em vasos. Mais dificil de queimar o pé se errar a dose.

Re: Solos e substratos, adubos e fertilizantes.

MensagemEnviado: 20 Jan 2016, 14:47
por Max o Obelix
schwed escreveu:Opa.. este é ideal para pimenteiras em vasos. Mais dificil de queimar o pé se errar a dose.

Isso mesmo, schwed. E ainda contém outros minerais importantes.
Abraços,
Max .'. o Obelix

Re: Solos e substratos, adubos e fertilizantes.

MensagemEnviado: 27 Jan 2016, 22:48
por roque
Qdo a planta está em floração ou com frutos, o NPK comercial mais indicado é o 4-14-8, com menos N e muito mais P, assim a planta tem um aporte melhor dos nutrientes mais importantes a frutificação, o P e o K. NPKs tipo 10-10-10, 15-15-15 são mais indicados para a fase de crescimento e desenvolvimento da planta. Os micronutrientes tem de ser utilizados, mas se vc usa fertilizantes orgânicos, principalmente esterco curtido e humus de minhocas, geralmente eles já fornecem qtdes suficientes dos micronutrientes. Adubos foliares podem e devem ser utilizados sempre, são uma forma boa de adubar as plantas. Existem os minerais, que são misturas de sais dissolvidos e os orgânicos ou biofertilizantes. Os minerais deve-se ter cuidado com as diluições, pois se forem aplicados muito concentrados podem queimar a planta. Com os biofertilizantes é muito difícil queimar a planta, pois, naturalmente já tem concentrações de nutrientes mais baixas. Vc pode usar um NPK tanto o 10-10-10 qto o 4-14-8, dissolver bem e usar como fertilizante foliar, eu faço isso sempre, mas tem de ser bem diluído, geralmente uso uma colher de chá por litro, faço uma irrigação comum com água e depois aplico o NPK dissolvido, plantas pequenas ou mudas eu diminuo a concentração, misturo o material dissolvido com qtde igua de água e aplico com parcimônia. NPK dissolvido sai muito mais barato que comprar esses adubos foliares, que geralmente são bem caros.