Capsicum annuun

Dicas coletadas entre as mensagens postadas nos outros fóruns

Capsicum annuun

Mensagempor Mauro Araujo em 02 Ago 2006, 13:32

As informações na net são muitas. Mas também muitas vezes confundem quem está pesquisando por terem sido colocadas por pessoas sem grandes conhecimentos e que se propõem a escrever “cientificamente” sobre botânica, mais precisamente da solanáceae do gênero Capsicum, a qual pertence as nossas queridas pimentinhas.

Os botânicos, quando formam bancos de germoplasma, apenas dão a cada pimenta um número de acesso. Ali eles classificam cientificamente cada acesso por espécie, variedade e sub-variedade. Na ficha tem tb o local de coleta da amostra e às vezes o nome pela qual ela é chamada na região, mas isso,só por curiosidade, pois pode gerar muita confusão.

Pra você ter uma idéia, foram catalogadas até agora 27 espécies do gênero Capsicum (5 delas domesticadas), cada qual com suas variedades e nomes regionais, que mudam de acordo com o país ou local onde ocorrem.

Essa variedade Chile Tepin, ou abreviando pra Chiltepin, ou simplesmente Tepin, é conhecida como a “mãe de todas as pimentas”. Pois os botânicos acreditam que sua forma selvagem é a precursora de todas as pimentas da espécie annuum que existem hoje, inclusive os pimentões. Aliás ela é uma Capsicum annum v. aviculare, enquanto a informação que vc colheu na net a classifica como glabriusculum, sendo que esta originou-se daquela, mas como você mesmo descobriu, esse nome Pequin é denominação popular, e é usado para a maioria das pimentas pequeninas (redondas ou ovais), nas formas selvagens e semi domesticadas, e pode realmente denominar pimentas diferentes de acordo com a região. Por isso, na classificação realmente científica, o nome popular é colocado em segundo plano.

A mesma confusão ocorre com as outras annuum, (p.ex, a Chile Arbol, ou Cola de Rato), pois de todas as espécies, ela é a mais difundida no mundo.

Jean Andrews, autor de “The Pepper Lady’s” e de “Pepper. The Domesticated Capsicum”, propõe os seguintes critérios de classificação para a espécie annuum, considerando 6 grandes tipos, cada um dividido em grupos:


1. Grandes frutos com carne espessa

A. Grupo dos pimentões. Os frutos são muito grandes e têm três ou quatro lóbulos. A maioria dessas variedades é doce mesmo se algumas variedades fortes tenham sido recentemente desenvolvidas. Califórnia Wonder, Yolo Wonder...

B. Grupo dos Pimentos. Os frutos são em forma de coração ou de tomate com uma carne espessa.
- Pimenta e suas variedades. Sweet Heart, Lipstick, Apple, Perfection, Choco, Sweet Chocolate, Gift from Moldova, Healthy...
- Pimenta-tomate e suas variedades. Sunnybrook, Yellow Cheese, Tangerine, Canadian Cheese, Klari Baby Cheese, Pimento Super Red, Topito Cheese, Alma Paprika, Red Ruffled...

2. Frutos largos com uma epiderme fina

A. Grupo dos Anchos. Os frutos são largos na base (que é em forma de taça) e pontudos na extremidade.
- Poblano e suas variedades.
- Ancho e suas variedades.
- Mulato e suas variedades.

3. Frutos longos e arrojados.

A. Grupo dos Anaheim e New Mex.
- Anaheim/New-Mex e suas variedades. Ortega, Sunset, Sunrise, Naky, Eclipse, Espagnola.
- Chilaca.
- Chicoztli.
- Pasilla.

B. Grupo das Cayennes.
-Cayenne e suas variedades. Hot Portugal, Yellow Cayenne, Charleston Cayenne, Joe Parker, Sandia Hot, Ring o Fire, Long Slim
Cayenne.
- De Arbol, Sunburst.
- Guajillo.
- Mirasol.
- Japonês, Hontaka, Santaka, Takanotsume, Poinsettia, Yatsafusa.
- Romesco.
- Thai, Cabai Burong, Chi Chien.

C. Grupo das Étnicas.

- Cubana como Cubanelle.
- Italiana como Pepperoncini, Italian Sweet, Corno di Toro, Golden Treasure...
- Europa do leste como Romanian, Szegedi, Cecei, Romanian Sweet, Antohi Romanian.
- Japonesa como Japanese Shishitou.

4. Frutos longos que não passam de 7,5 cm. Verdes quando imaturos.

A. Grupo dos Jalapenos.
- Jalapeno e suas variedades. Jaloro, Ole.

B. Grupo dos Serranos.
- Serrano e suas variedades. Altamira, Cuauhtemoc, Cotaxtla, Hidalgo, Panuco...

C. Grupo das cônicas alongadas. Epiderme bastante fina. Imatura verde. Madura vermelha.
- Catarina.
- Turkish.
- Costeno.

D. Grupo das pequenas alongadas. Epiderme bastante fina. Imaturas verdes. Maduras, vermelhas ou amarelas.
- Peter Pepper.

E. Grupo das muito pequenas, redondas ou ovais. Epiderme muito fina. Sabor muito forte. Imaturas verdes. Maduras vermelhas ou vermelha-pretas.
- Chiltepin, Trinidad Bird Pepper.

F. Grupo das muito pequenas cônicas alongadas. Epiderme muito fina. Sabor muito forte. Imaturas verdes. Maduras vermelhas.
- Chile piquin.

5. Frutos pequenos (até 5 cm), redondos ou ovais. Carne espessa.

A. Grupo das Pimenta-Cerejas.
- Sweet Cherry, Cherry Time, Super Sweet Cherry, Chocolate Cherry.
- Hot Cherry, Marbles.
- Cascabel.
B. Grupo das Squash.
- Squash rouge.
- Squash jaune.

6. Frutos cerosos, normalmente amarelos quando imaturos.
A. Grupo dos pequenos cerosos com fase amarela.
- Cascabella.
- Santa Fe Grande.
- Caloro.
- Floral Gem, Bouquet, Fiesta.
B. Grupo dos pequenos cerosos com fase amarelo-verde.
- Fresno.
C. Grupo dos longos cerosos.
- Banana, Sweet Banana, Yellow Banana.
- Hungarian Wax.


Bem, não é muita coisa, mas acho que ajuda.

Cleomenes
Abraços
Mauro
Avatar de usuário
Mauro Araujo
Usuário Murupi
 
Mensagens: 726
Data de registro: 16 Mar 2006, 20:50
Localização: Curitiba - Parana - Brasil

Mensagempor Mauro Araujo em 02 Ago 2006, 13:34

Só pra complementar...

Existem algumas espécies que estão subdivididas, como é o caso da C. annuum (que pode ser C. annuum var. gabriusculum ou C. annuum var. annuum).

C. annuum var. gabriusculum se refere a pimentas da espécie C. annuum que têm frutos decíduos (que caem sozinhos quando maduros) e pequenos, entre 5 e 10mm de diâmetro (raramente chegando a 15mm). Essa variação é considerada a mãe de todas as pimentas C. annuum e não de todas as espécies de Capsicum, pois já foi "comprovado" (isso ainda é debatível) que o gênero Capsicum é originário da bacia amazônica onde ainda podem existir várias espécies desconhecidas.

C. annuum var. annuum se refere as pimentas da espécie C. annuum que foram domesticadas, sendo não-decíduas (persistentes) e maiores, com o diâmetro geralmente superior a 10mm.

Mesmo na nomenclatura científica ainda existe muita confusão. Por exemplo, C. annuum var. aviculare, C. annuum var. minimum, C. hispidum var. gabriusculum são todos sinônimos (pouco usados) de C. annuum var. gabriusculum. Isso ocorre porque taxônomos diferentes descreveram a mesma espécie paralelamente. Com o passar do tempo nota-se que são na verdade a mesma espécie e alguns dos nomes são colocados em desuso. Por isso é comum adicionar no final da classificação taxonômica o nome do taxônomo que descreveu a espécie formalmente, como é o caso de C. annuum var. gabriusculum (Dunal) Heiser & Pickersgill ou C. chinense Jacquin.

Taxonomia é uma área científica não muito exata, por isso sempre há muito debate quanto as classificações. Por exemplo, muitos autores não consideram a espécie silvestre C. ciliatum como pertencente ao gênero Capsicum (eu tenho UMA semente dessa espécie ), chamando-a de Witheringia ciliata (ou seja, pertence ao gênero Witheringia).

Existem outros casos também, como o C. baccatum var. praetermissum (a nossa querida Cumarí) que é considerada uma espécie em si, chamada de C. praetermissum.

Quem estiver interessado no assunto, pode ler mais no GRIN do Departamento de Agricultura dos EUA.

Luca
Abraços
Mauro
Avatar de usuário
Mauro Araujo
Usuário Murupi
 
Mensagens: 726
Data de registro: 16 Mar 2006, 20:50
Localização: Curitiba - Parana - Brasil


Retornar para Dicas selecionadas

Quem está online

Usuários vendo este fórum: Nenhum usuário registrado online e 1 visitante



cron