Comentários sobre PREPARAÇÃO DO SOLO, ADUBAÇÃO, TRANSPLANTE

Discussões sobre a segunda etapa de vida das plantas, o crescimento vegetativo

Re: Comentários sobre PREPARAÇÃO DO SOLO, ADUBAÇÃO, TRANSPLANTE

Mensagempor roque em 01 Mar 2009, 16:54

Tentando responder algumas das dúvidas do colega lmellobarbosa, irei colocar alguns comentários, embora a maioria do que irei falar aqui já existe, até forma melhor explicada em : "Solos e substratos, adubos e fertilizantes" em:
viewtopic.php?f=4&t=4597 , nesse texto, embora longo e meio cansativo, existe até parte do que foi disponibilizado no texto da embrapa, na verdade adubação química é uma coisa um pouco complicada de se fazer de forma científica e técnica, pois uma série enorme de parâmetros tem de ser levados em conta na hora de se calcular as massas de cada adubo ou fertilizante. Uma coisa que a grande maioria dos nossos usuários não tem condições de fazer é a famosa análise de solos, pois a maioria planta em quintais ou em áreas muito pequenas, do ponto de vista agrícola. Esses ambientes tem acentuada ação antrópica, e possuem variabilidade muito elevada de tipos e condições de solos, pois podem haver aterros, excesso de MO e uma série de fatores que fazem com que seja complexo fazer uma amostragem bem homogênea dessas áreas, sem a qual uma análise de solo não tem uma efetiva representatividade para cálculos de adubação.
Então fazemos sempre cálculos aproximados e baseados mais nas necessidades das plantas, ou então se faz uma adubação básica sem calcular mesmo, que é na verdade o mais indicado no caso da maioria dos nossos usuários. Já fui até criticado duramente por um estudante de agronomia por fazer essas indicações, mas sempre alerto que as nossas dicas são para usuários do forum, plantadpores de hortaliças, sem fins lucrativos, em quintais e hortas, e sem condições técnicas e muitas vezes financeiras de fazer a análise de solo e também técnicas de realizar os cálculos, ou sem acesso a um agrônomo ou técnico agrícola capaz de fazê-las.
Os NPK são fórmulas que contém os 3 nutrientes, ou seja, Nitrogênio, Fósforo e Potássio. Esses números, 10-10-10, 4-14-8, são as qtdes percentuais de cada elementos, na verdade na forma de vários tipos de sais desses elementos químicos equivalentes em uma forma solúvel padrão para o P e o K e na forma elementar para o N. Dessa forma pode-se usar sim o 20-20-20 para substituir o 10-10-10, empregando-se a metade da massa indicada para o 10-10-10. Então se vc tiver uma indicação de um adubo, ppor exemplo 20g de 10-10-10 e quiser usar o 20-20-20, é só empregar 10g desse adubo e estará colocando qtdes equivalentes dos elementos químicos indicados. Se for um adubo como o 4-14-8, pode-se usar uma regra, fazer o cálculo para o elemento de menor valor na fórmula, no caso o N, então numa regtra de 3 vc faz um cálculo e obtem a massa equivalente desse elemento no adubo 4-14-8 ou qualquer outro, nesse caso o valor de P e K irão ficar acima do que foi recomendado para 10-10-10, mas não existe outra maneira de fazer isso. Geralmente não se reclomenda fazer adubação exagerada de N, que é o elemento capaz de trazer maiores transtornos a planta, em seguida o K e no caso do P dificilmente vc fará alguma adubação que possa trazer efeito danoso a planta, pois esse elemento além de ser mais dificil de ser absorvido também sofre um intenso processo de perda por fixação e formação de sais insolúveis. Mas isso considerando um cálculo como estou explicando, e para valores não superiores a 30, por exemplo, não comparar um 10-10-10 com o 8-45-14 do claudio, pois nesse caso a qtde de P pode ser exagerada e trazer danos a planta, caso o sal de P seja altamente solúvel e o pH entre 6,0 e 6,5, sem entrar muito em detalhes.
Os adubos granulados usados para adubação por incorporação no solo, são preparados industriais não muito purificados e tem uma solubilidade menor e tendem a se liberar de forma mais lenta que os sais altamente puros e com uma maior solubilidade existentes nas formulações próprias para diluição, que são usados para preparo de soluções com o objetivo de adubação via foliar ou fertirrigação. Isso diferencia os adubos como o popular 10-10-10 granulado, vendido na maioria das casas de produtos agropecuários e os adubos mais caros como o Plantafol citado, que é composto por sais mais puros e com solubilidade bem maior. Esses adubos mais solúveis tendem a ser mais perigosos se usados em concentrações bem acima do recomendado, e é de bom alvitre usar balanças com uma certa precisão, como sugeriu o Claudio, para fazer a pesagem correta da dose certa a ser diluída e aplicada via foliar. Uma solução com 1% ou mais de N pode "queimar" a parte aérea de uma planta, podendo mesmo ocasionar sua morte, então daí usar ureia diluída, salitre ou um NPK como o plantafol e não se ater a fase de desenvolvimento da planta ou a concentração adequada de cada nutriente pode mesmo trazer amargas consequências, que até eu mesmo já tive, perdendo todas as plantas de uma sementeira a muitos anos atrás, qdo nem sonhava em fazer ageronomia. Eu sempre digo que o melhor adubo é sempre o orgânico, mas se tiver de usar o químico, o melhor é o que vc tem em casa ou o mais fácil de conseguir ou o mais barato, o problema é saber a hora certa e como usar esse fertilizante. Alguns adubos caríssimos só fazem trazer comodidade e serem mais práticos e até diminuir a chance de erro, mas uma uréia bem barata, aplicada com conhecimento, ou um 10-10-10 dos bem baratinhos, colocado de forma correta e na medida apropriada levam a resultados quase tão bons como um plantafolmou similar.
Mas nada é tão bom como um esterco bovino bem curtido, umm humus de minhocas bem produzido, um biofertilizante feito em casa. Espero ter contribuído dde alguma forma, e se tiverem mais dúvidas e ou questionamentos estou as ordens!
"Viver é aprender! Aprender é viver!"
roque
Usuário Trinidad Scorpion
 
Mensagens: 3732
Data de registro: 26 Out 2007, 08:58
Localização: Campo Grande - MS - Brasil

Re: Comentários sobre PREPARAÇÃO DO SOLO, ADUBAÇÃO, TRANSPLANTE

Mensagempor sbomarcelo em 03 Abr 2009, 22:10

Amigos do forum, gostaria se possível que alguem esclarecese algumas duvidas sobre o preparo do solo.
Estou começando a preparo do solo para colocar em meus vasos e começar a transferencia das mudas.
Comprei no ceasa de Campinas 350kg de terra tratada para vaso , 40kg de humus de minhoca , 10kg de esterco de gado e 1kg de 10-10-10.
Estava pensando peneirar e misturar a terra , o humus e o esterco tudo junto, aguardar uma semana e começar colocar está mistura nos vasos ,fazer a transferencias das mudas. Depois de tranferidas colocar no vaso o 10-10-10 granulado na quantidade certa para melhorar os frutos .O vendedor do 10-10-10 falou para não misturar com a terra e sim colocar no vaso.
Estou fazendo certo ou está errado? O que é preciso mudar?
Ficaria muito grato com o esclarecimento.
MARCELO CARVALHO SBÓ
É de batalhas que se vive a vida(Raul Seixas)
Meu diário viewtopic.php?f=7&t=8314
Seja um doador de Órgaõs você pode salvar uma vida.
Avatar de usuário
sbomarcelo
Usuário Habanero
 
Mensagens: 479
Data de registro: 01 Fev 2009, 13:52
Localização: Santa Bárbara d´Oeste

Re: Comentários sobre PREPARAÇÃO DO SOLO, ADUBAÇÃO, TRANSPLANTE

Mensagempor tucabail em 03 Abr 2009, 23:23

Olá Marcelo.
Esta mistura pode sim ser feita para os vasos, e você pode aplicar o 10.10.10 depois que transplantar, mas cuide para que o adubo fique distante uns 30 cm da pimenteira. Este 10.10.10 é o mais adequado para a fase que antecede a frutificação. Depois o melhor é o 4.14.8.
As minhas primeiras pimenteiras fiz a terra+humus+esterco e só. Depois fui aplicando adubos foliares e estas estão todas muito bem. Claro que agora já estou fazendo o uso dos adubos convencionais.
Espero ter ajudado.
Boa sorte e um abraço.
Tuca
tucabail
Usuário Rocoto
 
Mensagens: 615
Data de registro: 25 Set 2007, 16:16
Localização: Tapejara - Paraná

Re: Comentários sobre PREPARAÇÃO DO SOLO, ADUBAÇÃO, TRANSPLANTE

Mensagempor roque em 04 Abr 2009, 07:10

A mistura está boa sim, seria interessante vc saber como foin preparada a tal "terra", provavelmente é mistura de solo + MO + adubos. O NPK vc só deve usar depois de 30 dias qdo a planta estiver bem consolidada nos vasos e se vc observar que tem necessidade, pois essa terra preparada para vasos pode conter bastante nutrientes. faça a adição do adubo em furos ou num sulco de 10 a 15cm longe do caule, 30cm é exgero, e dependendo do vaso vc não vai ter essa distância, o sulco ou os furinhos tem de ficar a uns 3 a 5cm de profundidade, coloque o NPK e cubra com a mistura dos vasos. Vc pode usar o 10-10-10 até acabar e depois usa o 4-14-8, uma adubação de cobertura leve a cada 30 ou 45 dias vai resultar numa colheita muito boa, agora a qtde de adubo vai depender do volume de substrato do VASO, lembre-se disso na hora de adubar, pode ser uma colher de sobremesa rasa até uma colher de sopa, eu uso cerca de 10g de adubo NPK a cada adubação, assim dificilmente vc faz adubação em excesso, e sempre apçlique o adubo a tardinha e com o vaso bem molhado. A adubação foliar também é uma excelente alternativa para pessoas sem maiores esperiências com adubação química.
"Viver é aprender! Aprender é viver!"
roque
Usuário Trinidad Scorpion
 
Mensagens: 3732
Data de registro: 26 Out 2007, 08:58
Localização: Campo Grande - MS - Brasil

Re: Comentários sobre PREPARAÇÃO DO SOLO, ADUBAÇÃO, TRANSPLANTE

Mensagempor sbomarcelo em 04 Abr 2009, 08:36

Tuca e Roque muito obrigado pelas dicas.Vou começar a usar.
Os vasos que usarei são de 35l.
MARCELO CARVALHO SBÓ
É de batalhas que se vive a vida(Raul Seixas)
Meu diário viewtopic.php?f=7&t=8314
Seja um doador de Órgaõs você pode salvar uma vida.
Avatar de usuário
sbomarcelo
Usuário Habanero
 
Mensagens: 479
Data de registro: 01 Fev 2009, 13:52
Localização: Santa Bárbara d´Oeste

Re: Comentários sobre PREPARAÇÃO DO SOLO, ADUBAÇÃO, TRANSPLANTE

Mensagempor Castiglioni em 29 Abr 2009, 08:57

Olá Tuca, eu tenho duas plantas em crescimento vegetativo e já estão plantadas em um vaso com 35 cm de diametro em uma casa agropecuária me indicaram uma caixa de adubo 10.10.10 o cara falou para eu aplicar a quantidade indicada na caixa no vaso, agora a dúvida isso pode comprometer minhas plantas ou pode ser aplicado o adubo direto no vaso? obs eu coloquei a quantidade mínima indicada, pois acredito que nesses casos menos é mais.
Gustavo
Vivendo e aprendendo!!!!!!!!!!!!!
Abaixo meu simples diário:
https://www.pimentas.org/forum/viewtopic.php?f=7&t=8926
Avatar de usuário
Castiglioni
Usuário Cumari
 
Mensagens: 127
Data de registro: 30 Mar 2009, 21:51
Localização: Descalvado/SP/Brasil

Re: Comentários sobre PREPARAÇÃO DO SOLO, ADUBAÇÃO, TRANSPLANTE

Mensagempor Regicps em 29 Abr 2009, 17:39

Bom uma duvida... sempre falamos em vasos de 20 litros.. mas este vaso dará as mesmas condições em espaço para a raiz e consequentemete seu crescimento e frutificação em comparação a ser plantado no solo?
Avatar de usuário
Regicps
Usuário Habanero Orange
 
Mensagens: 1553
Data de registro: 06 Jan 2009, 13:00
Localização: Campinas/Barueri -SP

Re: Comentários sobre PREPARAÇÃO DO SOLO, ADUBAÇÃO, TRANSPLANTE

Mensagempor roque em 30 Abr 2009, 08:49

Castiglioni escreveu:Olá Tuca, eu tenho duas plantas em crescimento vegetativo e já estão plantadas em um vaso com 35 cm de diametro em uma casa agropecuária me indicaram uma caixa de adubo 10.10.10 o cara falou para eu aplicar a quantidade indicada na caixa no vaso, agora a dúvida isso pode comprometer minhas plantas ou pode ser aplicado o adubo direto no vaso? obs eu coloquei a quantidade mínima indicada, pois acredito que nesses casos menos é mais.


Inicialmente o que tem maior relevância é o volume de substrato que comporta o vaso e não o diâmetro da boca do mesmo. Os vasos tem altura e outra dimensões diferentes, e geralmente uma forma de cone invertido, mas podem ter outros formatos também, então o ideal é medir a capacidade do vaso cheio a uns 3cm da borda, por exemplo 7 litros, 9 litros, 12 litros, etc.....
O vaso de 20 litros é uma referência para se obter um maior rendimento em produção de uma pimenteira, na verdade pode se cultivar pimentas em vasos até com 1 ou 2 litros, como já se discutiu em vários tópicos aqui mesmo do forum. Eu tenho boas experiências com vasos de 7 a 12 litros.

Um vaso com uns 10 litros ou um pouco mais vc pode adubar a cada 30, 45 a 60 dias, (isso varia com o tipo, tamanho e desenvolvimento da planata a ser adubada), com uma colher de sopa rasa de 10-10-10 ou 4-14-8, sem maiores probelmas, o ideal é fazer com o dedo ou um pedaço de madeira um sulco circular, de uns 2cm de profundidade a uns 10cm da base da planta, se o vaso permitir isso ou a uns 2cm da borda se o diâmetro for pequeno, no seu caso se for 35 de diãmetro, dá para fazer até com mais de 10cm da base da planta. Nesse sulco vc espalha o mais uniforme o adubo granulado ou farelado, depois cobre com o mesmo substrato do vaso, e faça a adubação sempre com o substrato umido. a grande reghra da adubação é observar a planta, não existe uma receita certa e garantida, se a planta está bem desenvolvida e com um aspecto nutricional adequado adube menos, se está com alguma deficiência, adube mais, o certo é adubar na medida que a planta necessita, nem mais e nem menos, claro que se vc adubar com cautela e de forma parcelada vai ger muito menos chances de errar, pense em adubação química como colocar sal num prato delicado que vc está cozinhando, se exagerar e colocar muito sal, vai estragar tudo, pois geralmente, é extremamente dificil consertar um prato muito salgado, se vc vai adicionando o sal aos poucos e experimentando, pode ir acertando o sal e até outros temperos ao paladar correto e na medida certa para obter um prato saboroso e com o tempero correto. Com o tempo e com experiência vc adquire prática e pode ter mais facilidade na hora de adubar suas plantas, mas cautela e bom senso e muito, muito cuidado são as grandes ferramentas para fazer a coisa certa, no momento adequado.
"Viver é aprender! Aprender é viver!"
roque
Usuário Trinidad Scorpion
 
Mensagens: 3732
Data de registro: 26 Out 2007, 08:58
Localização: Campo Grande - MS - Brasil

Re: Comentários sobre PREPARAÇÃO DO SOLO, ADUBAÇÃO, TRANSPLANTE

Mensagempor Regicps em 30 Abr 2009, 10:53

Roque.... melhor que isso...só dois disso...

escalreceu minhas duvidas... muito obrigado....
Avatar de usuário
Regicps
Usuário Habanero Orange
 
Mensagens: 1553
Data de registro: 06 Jan 2009, 13:00
Localização: Campinas/Barueri -SP

Re: Comentários sobre PREPARAÇÃO DO SOLO, ADUBAÇÃO, TRANSPLANTE

Mensagempor Carlos Antonio em 08 Mai 2009, 10:41

Bom dia a todos, gostaria de saber se com a entrada do outono e inverno, se devo continuar fazendo as adubações, tanto foliar, quanto a direta na terra?.
"Se um dia tiver que escolher entre o mundo e o amor... Lembre-se. Se escolher o mundo ficará sem o amor, mas se escolher o amor com ele você conquistará o mundo".
Albert Einstein
Avatar de usuário
Carlos Antonio
Usuário Jalapeño
 
Mensagens: 48
Data de registro: 12 Nov 2008, 09:05
Localização: Realengo / Rio de Janeiro

Re: Comentários sobre PREPARAÇÃO DO SOLO, ADUBAÇÃO, TRANSPLANTE

Mensagempor tucabail em 08 Mai 2009, 15:55

Olá Carlos....
Tudo bem???/
Essa vou deixar pro Roque responder! :geek: :geek:
Por instinto vou continuar a aplicação nas minhas, mas numa dose conservadora, pois aqui o inverno é bem manso e provavelmente as meninas não sentirão muito e quem sabem podem até produzir algumas pimentinhas. |-) |-) |-)
Um abraço.
Tuca... 8)
tucabail
Usuário Rocoto
 
Mensagens: 615
Data de registro: 25 Set 2007, 16:16
Localização: Tapejara - Paraná

Re: Comentários sobre PREPARAÇÃO DO SOLO, ADUBAÇÃO, TRANSPLANTE

Mensagempor roque em 13 Mai 2009, 08:26

Em locais onde o inverno é mais rigoroso, a pimenteira, assim como outras plantas entra num período de baixo metabolismo, uma espécie de dormência, onde reduz sua taxa de crescimento e reprodução, algumas plantas morrem, outras podem perder as folhas, paralizar o desenvolvimento dos frutos, etc. Em locais onde o frio não é não intenso, ou só esfria a noite ou em alguns dias intercalados com temperaturas maiores, a pimenteira pode continuar a se desenvolver e até mesmo produzir, de forma mais lenta, em locais onde o frio é bem pouco, a planta pode ficar quase normal, então dependendo da região e de como é o inverno, pode-se parar totalmente com qualquer adubação, no locais de frio mais intenso e prolongado, diminuir a adubação em locais de inverno mais brando ou continuar uqase sem alteração em locais de inverno bem suave.

Aqui na Amazônia e também no nordeste, não temos frio e inverno, então não existe qualquer restrição baseada no frio, apenas com relação ao calor e umidade. Então diminuir ou parar totalmente a adubação é função das temperaturas que sejam atingidas no inverno.
"Viver é aprender! Aprender é viver!"
roque
Usuário Trinidad Scorpion
 
Mensagens: 3732
Data de registro: 26 Out 2007, 08:58
Localização: Campo Grande - MS - Brasil

Re: Comentários sobre PREPARAÇÃO DO SOLO, ADUBAÇÃO, TRANSPLANTE

Mensagempor Castiglioni em 14 Mai 2009, 22:21

Puts valeu pelas dicas vou aplicalas muito obrigado T+
Gustavo
Vivendo e aprendendo!!!!!!!!!!!!!
Abaixo meu simples diário:
https://www.pimentas.org/forum/viewtopic.php?f=7&t=8926
Avatar de usuário
Castiglioni
Usuário Cumari
 
Mensagens: 127
Data de registro: 30 Mar 2009, 21:51
Localização: Descalvado/SP/Brasil

Re: Comentários sobre PREPARAÇÃO DO SOLO, ADUBAÇÃO, TRANSPLANTE

Mensagempor legendasboy em 15 Mai 2009, 23:36

Qual a formula correcta de npk para adubação foliar nesta fase de crescimento é que 10-10-10 não consigo encontrar sem ser em granulos
legendasboy
Usuário Jalapeño
 
Mensagens: 35
Data de registro: 14 Abr 2009, 14:08

Re: Comentários sobre PREPARAÇÃO DO SOLO, ADUBAÇÃO, TRANSPLANTE

Mensagempor roque em 18 Mai 2009, 08:39

Na fase de crescimento vc pode usar uma fórmula NPK com valores iguais, mas realmente não se encontra 10-10-10, conheço o 6-6-6, da ouro verde. Vc pode usar uma fórmula onde o N seja maior que o P e o K, tipo 8-6-6, 12-8-6, etc.....
Existe uma grande variedade de fórmulas de adubos foliares disponíveis e mais os adubos foliares orgãnicos. Desde que os teores de N sejam maiores que os de P e K vc pode usar, o que deve variar é a concentração que vai usar na diluição do adubo, já tem uma série de explicações sobre isso nos posts indicados abaixo, procure ler desde o início cada um deles, depois se ainda tiver alguma dúvide pode postar onde for mais pertinente, nesse mesmo aqui ou em qualquer um dos meus, que eu acompanho todos eles quase que diariamente.

"Produção de biofertilizantes líquidos e adubação foliar" em:
viewtopic.php?f=4&t=2665

"Solos e substratos, adubos e fertilizantes" em:
viewtopic.php?f=4&t=4597

"Plantio em bandejas ou sementeiras de isopor" em:
http://www.pimentas.org/forum/viewtopic.php?t=2955
"Viver é aprender! Aprender é viver!"
roque
Usuário Trinidad Scorpion
 
Mensagens: 3732
Data de registro: 26 Out 2007, 08:58
Localização: Campo Grande - MS - Brasil

Re: Comentários sobre PREPARAÇÃO DO SOLO, ADUBAÇÃO, TRANSPLANTE

Mensagempor consentino em 04 Set 2009, 18:03

ja que aqui estamos discutindo preparação, adubção e transplante, estou com trinta mudas de malagueta com aprox quatro folhas, e pretendo trnsplantalas para o chao, como devo procder na confecçao das covas, planto com esterco, so terra , o adubo vai no solo? se alguem puder me ajudar eu agradeço
consentino
Usuário Pimentão
 
Mensagens: 7
Data de registro: 10 Abr 2009, 11:50
Localização: Quatis-RJ

Re: Comentários sobre PREPARAÇÃO DO SOLO, ADUBAÇÃO, TRANSPLANTE

Mensagempor roque em 05 Set 2009, 06:30

Na verdade o preparo do solo deve anteceder o plantio, a calagem, adubação e o preparo das covas devem ser feitos bem antes das mudas estarem prontas. Agora vc vai ter de fazer de qualquer forma, não vai ser o ideal, mas pode conseguir bons resultados, isso será mais função do tipo e fertilidade original do seu solo, do que da adubação que fará agora, mas isso também terá efeito ao longo do desenvolvimento da cultura. Aconselho utilizar apenas adubos organicos muito bem bioestabilizados, como composto organico, humus de minhocas, esterco bem curtido e farinha de ossos, se suspeitar que o solo ppossa estar com pH abaixo do indicado, utilize cinzas de madeira em pequenas quantidades junto com os adubos organicos. As covas devem ter dimensões 30cm x 30cm x 40cm, sendo essa última a profundidade da cova. Entre 25% e 50% do volume de solo removido, vc pode substituir por adubos organicos, mas isso vai depender muito de quais irá utilizar, obviamente se for esterco de aves, a qtde será bem menor que esterco de bovinos e composto organico, para vc ter uma melhor orientação seria interessante ler os posts que referenciei acima, principalmente o de plantio em bandejas e o de solos, o de produção de biofertilizante sólido também é bom no seu caso, leia tudo do começo ao fim, assim terá um conhecimento básico sobre plantio e adubação e depois poderá decidir o que fazer com suas mudinhas. Não plante de qualquer jeito agora, leia, verifique, tente fazer o melhor, as mudas esperam mais um pouquinho onde estã, dese que vc as cuide bem. Se seu solo for bom e fertil poderá ter bons resultados, mas se não tiver solo de boa qualidade e plantar sem maiores cuidados poderá ter problemas depois.
"Viver é aprender! Aprender é viver!"
roque
Usuário Trinidad Scorpion
 
Mensagens: 3732
Data de registro: 26 Out 2007, 08:58
Localização: Campo Grande - MS - Brasil

Re: Comentários sobre PREPARAÇÃO DO SOLO, ADUBAÇÃO, TRANSPLANTE

Mensagempor consentino em 09 Set 2009, 18:31

valeu pelas dicas Roque.
Ja li seus posts e foram de grande valia
consentino
Usuário Pimentão
 
Mensagens: 7
Data de registro: 10 Abr 2009, 11:50
Localização: Quatis-RJ

Re: Comentários sobre PREPARAÇÃO DO SOLO, ADUBAÇÃO, TRANSPLANTE

Mensagempor schwam em 12 Set 2009, 23:50

Ja pensando no lugar definitivo de minhas mudinhas, vi em algum lugar (não sei se na net o aqui no forum) uma mistura que vai 1/3 de terra, 1/3 de areia de construção e 1/3 de esterco. Esta mistura é boa? Tenho facilidade aqui em ter esterco de gado.
Marcelo SChwam
Valparaiso SP
schwam
Usuário Cumari
 
Mensagens: 221
Data de registro: 22 Ago 2008, 14:44
Localização: VALPARAISO SP INTERIOR

Re: Comentários sobre PREPARAÇÃO DO SOLO, ADUBAÇÃO, TRANSPLANTE

Mensagempor roque em 13 Set 2009, 05:22

Essa "mistura" é indicada se o seu solo for do tipo argiloso, e a areia a ser usada não pode ser de construção em termos genéricos, tem de ser bem fina, se for o caso passe em peneira bem fina. se não souber se o solo é muito argiloso, use uma qtde bem menor de areia. Solo mais esterco deve ser misturado com alguma antecedência antes de ser usado para encher vasos, é interessante usar também um pouco de calcário dolomítico e se vc quiser um pouco de NPK + micronutrientes assim vc terá as condições de fertilidade garantidas, ou seja, boa porosidade, pH próximo do ideal, teores de nutrientes adequados e uma boa qtde de matéria organica. Se preferir apenas solo mais esterco pode funcionar, mas vai depender das características desse seu solo.
"Viver é aprender! Aprender é viver!"
roque
Usuário Trinidad Scorpion
 
Mensagens: 3732
Data de registro: 26 Out 2007, 08:58
Localização: Campo Grande - MS - Brasil

AnteriorPróximo

Retornar para Fase de crescimento vegetativo

Quem está online

Usuários vendo este fórum: Nenhum usuário registrado online e 4 visitantes